Que tal uma mentirinha?

O dia primeiro de abril é popularmente conhecido como o Dia da Mentira, data na qual muitos brasileiros e ocidentais aproveitam para brincar seus amigos ou até mesmo familiares.

mentira-site

A origem se deu na metade do século XVI, na França, quando o Rei Carlos IX aderiu ao calendário Gregoriano, mudando então a data do ano novo: do dia primeiro de abril para o dia 1 de janeiro.  A partir desse acontecimento, muitas mentiras passaram a ser contadas, em referência a uma “comemoração mentirosa pela passagem do ano novo”.

Em 1582, o Papa Gregório XIII instituiu oficialmente o dia 1 de janeiro como o primeiro dia do ano em todos os países católicos, fato que contribuiu para que o dia da mentira se propagasse para outras regiões da Europa além da França, tornando-se popular em todo o mundo ocidental.

A escola é um terreno fértil para a disseminação de peças durante o Dia da Mentira. Que o diga Rodrigo Gomes Machado, de 23 anos, estudante de Jornalismo. Ele havia acabado de chegar na aula de Ciências quando as pessoas começaram a perguntar se alguém tinha estudado para a prova, então: “Eu fui perguntado para os colegas se eles tinham estudado e eles falavam que a professora tinha avisado sobre a prova na semana anterior. Eu fiquei desesperado porque não tinha estudado e não conhecia a matéria. Mas quando todo mundo viu meu desespero a sala inteira gritou: Primeiro de Abril!!!”.

Rodrigo fez a mesma cara que você e todos aqueles que já caíram em uma pegadinha desse dia fazem quando percebem que foram alvos de uma brincadeira. Assim, neste sábado, fique atento, afinal será Dia Primeiro de Abril.

Compartilhe