Quarta divisão também sofre com ruas “esquecidas”

Rua

Moradores tiveram que instalar pedrisco por conta própria

Os moradores da Quarta divisão há tempos reclamam sobre as ruas do bairro que há muito tempo não recebem reparos, estão “esquecidas”, com mato tomando conta das calçadas. Como exemplo, elencamos a Rua Laranjeira que está intransitável e como não conta com pavimentação, os próprios moradores tiveram que colocar pedregulhos para que os carros passaem.

“Há muito tempo esta rua não recebe manutenção, para passar aqui é um sofrimento, os, nos moradores não conseguimos sair da nossa casa ou atolamos o pé no barro ou em dias de sol temos que ficar desviando dos buracos para não torcer o pé”, disse uma moradora que não quer ser identificada. “Semana passada choveu muito, e a rua ficou pura lama, eu não conheço essa rua direito quando tentei passar com o carro desviei dos buracos e das pedras e acabei atolando o meu carro, com muito custo e ajuda das pessoas consegui tirar o carro, isso é um absurdo”, completou.

A Secretaria de Infraestrutura Urbana informou que já foi efetuada vistoria na referida via e a manutenção da mesma já consta do cronograma de serviços da Pasta, devendo ser executado no prazo de, aproximadamente, 30 dias.

Centro Alto – Na última edição noticiamos a situação das ruas do Centro Alto, também alvo de reclamações de diversos moradores do bairro por conta da calamitosa situação e a grande quantidade de mato, além de ruas esburacadas roedores e baratas.

Diante das reclamações, o secretário de Infraestrutura Urbana, Crispim dos Reis Santana, informou que as ruas estariam sendo limpas e o trabalho de roçagem começaria a ser feito nesta semana, o que, de fato, está sendo cumprido.

Praças como a da Matriz e a José Elias Fernandes e ruas como a Olímpia Cata Preta, Comendador João Ugliengo, Guimarães Carneiro e Rubião Junior, além de outras ruas da Vila Aurora, já foram limpas e, dentro dos próximos dias, outras vias do bairro passarão pelo mesmo processo.

Compartilhe