PT não abrirá mão da candidatura majoritária

Circula na imprensa regional que o vereador Saulo Benevides – que deixará o PV para o PMDB, em busca da candidatura ao Paço de Ribeirão Pires em 2012, pretende trazer Maria Inês Soares, do PT, para compor sua chapa como vice. A ex-prefeita é a pré-candidata do Partido dos Trabalhadores ao cargo majoritário e, segundo o presidente do diretório municipal, Antonio Carlos Pereira de Souza, o Carlão, não há a menor possibilidade da sigla abrir mão da candidatura para o cargo no ano que vem. “Seremos, com certeza, cabeça de chapa. Os possíveis aliados deverão discutir conosco o vice em um chapa, muito por conta de nossa experiência em governar, não só esta cidade, mas também pelo sucesso do governo federal com o companheiro Lula, e agora com a companheira Dilma. Entre outros pontos que nos qualifica está, por exemplo, o planejamento que foi feito nos anos em que governamos Ribeirão Pires e isto é uma das melhores coisas que foi feita por nossa cidade, que hoje vive sem o mínimo de planejamento para o futuro: é rodoviária que se transforma em estacionamento, ou em shopping, ou será mercadão? Ninguém sabe. Por tudo isso é que estamos gabaritados a voltar a governar esta cidade”, afirma.

“Seremos, com certeza, cabeça de chapa”, afirma o presidente do PT de Ribeirão Pires, Carlão

Nos bastidores políticos, circula também que o PT tem sondado candidatos da base governista, como o vereador Edson Savietto, o Banha (PDT) e o presidente da Câmara, Gerson Constantino (PV), ambos com história na sigla. Carlão fala sobre isso. “Nós do PT temos feito muitas conversas e eles foram alguns dos que tivemos contato, por entender que são lideranças da cidade e porque já fizeram parte da base aliada do nosso governo nos anos em que governamos a cidade”, explica. Carlão acrescenta que a busca pelo candidato a vice-prefeito não é necessariamente por alguém do meio político. “Terá que ser uma pessoa disposta a mudar os rumos que esta cidade tomou nos últimos anos e, juntos, buscaremos novamente planejá-la para um futuro promissor. Este nome não tem data para ser anunciado, pois primeiro queremos formar um leque de aliados e, com eles, discutir todas as possibilidades”, conclui.

Compartilhe