Programa pró-Billings beneficiará 250 mil moradores da região

O governador Geraldo Alckmin deu início, na última segunda-feira (8), às obras do Programa Pró-Billings, que vai ampliar a coleta e o tratamento de esgoto da Represa Billings no ABC.  Serão instaladas novas tubulações e bombas que transportarão os rejeitos de 250 mil pessoas até a Estação de Tratamento de Esgotos. Cerca de 83 mil imóveis serão beneficiados com o investimento, realizado em diversos bairros de São Bernardo do Campo. A iniciativa vai beneficiar indiretamente os demais municípios do ABC com a valorização da Represa, de córregos e rios.

Governo de São Paulo dá início a obras de tratamento de esgoto da Represa Billings

Acompanharam o início das Atividades o presidente da Sabesp Jerson Kelman e o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga. Financiado com recursos da Sabesp, da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica) e do BNDES, o Pró-Billings fará obras e ações para melhorar a qualidade da água do manancial urbano e contribuir com sua preservação. A previsão é que mais de 1 bilhão de litros de esgoto por mês passarão a ser coletados e tratados.

“É uma obra que vai trazer mais saúde à população, que terá água mais limpa, mas também fomentará o turismo e o lazer na Billings. Tudo isso gera emprego: Serão 500 postos de trabalho diretos”, comentou Alckmin.

Os trabalhos já começaram na região do Alvarenga, em São Bernardo do campo, que beneficiará moradores dos bairros Imigrantes, Jardim Laura, Las Palmas, Los Angeles, Pinheirinho e Represa. Serão 34 estações elevatórias para o bombeamento de esgoto, 51 km de redes coletoras e 9,5 km de coletores-tronco (tubulações de grande porte). O investimento de R$ 89,4 mi estará concluído em 2020.

Uma segunda etapa de obras será lançada também neste ano, beneficiando com coleta e tratamento de esgoto mais de 42 bairros de São Bernardo, entre eles Jardim Campestre e Vila Santa Monica. O edital de licitação do segundo lote está concluído e será publicado até o final deste mês, com investimento de R$ 108 mi. As obras devem gerar nesta fase mais 700 empregos diretos.

O Programa Pró-Billings beneficiará ao todo, com as duas etapas, 83300 imóveis, onde moram cerca de 250 mil pessoas. Além de contribuir com a melhoria das águas da represa, o Pró-Billings tem como objetivo melhorar a infraestrutura urbana e, consequentemente, a qualidade de vida dos moradores e as condições sanitárias da região. O programa ajuda a elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e a reduzir a mortalidade infantil e doenças de veiculação hídrica, entre outros benefícios.

 

 

 

Compartilhe