Por que não a doutora Lair?

Por Gazeta

Notícias vindas do Paço dão conta da dificuldade para se contratar o secretário da Saúde Fernando Antonio Blandi, que segundo as mesmas fontes foi indicado por Dedé. Com o imbróglio, a Pasta com a qual o atual prefeito tinha a maior preocupação, uma das suas bandeiras de campanha, segue sem um titular. Ora se o homem não pode vir, que se indique outro, ou o ‘parasita-mor’ não conhece mais ninguém para indicar?

Eu indico! Indico a doutora Lair Moura Sala Malavila Juscevicius sem medo de errar. Séria, honesta, competente, experiente, poderia dar um salto de qualidade a nossa combalida Saúde. Agora, sabemos que “política e salsicha não é bonito de se ver fazer” e com certeza alguma “caveira de burro” enterrada, ou a enterrar, impede que a cidadã mais indicada para o cargo seja convidada a assumi-lo, e convenhamos, o prefeito eleito vir a público e dizer que Dedé seria seu conselheiro na área da Saúde é piada e de mau gosto, já que ele, como vice que era, certamente contribuiu para o caos a que chegamos uma vez que o mesmo foi o principal articulador do afastamento do ex-secretário Jorge Metidiero, após o que conseguiram pior o já estava ruim.

Ao que parece, certos parasitas criaram asas e migraram de imediato para a nova árvore onde fixaram seus tentáculos, assim que a anterior caiu.

Compartilhe