PM fala sobre alta dos roubos de carros na cidade

Na última edição do Jornal Mais Notícias, externamos o grave problema de segurança pelo qual passa a cidade, com o aumento especialmente no índice de furtos e roubos de veículos, que chega a 340% se comparado aos números de janeiro de 2012.

CPA/M6 enviou nota sobre os índices

CPA/M6 enviou nota sobre os índices

O Comando de Policiamento da Área Metropolitana Seis (CPA/M6), órgão da Polícia Militar responsável pela segurança de nossa região, enviou um documento oficial a nossa redação falando sobre o fato, explicando que o alto índice se dá “porque a Região do Grande ABC é muito visada para a ocorrência de delitos de Roubo de Veículos e Furto de Veículos pois aglutina as principais empresas montadoras do Brasil”, e também conta com “alto IDH” e “uma das maiores frotas de veículos de toda Grande São Paulo, com
1.601.831 veículos (dados do DENATRAN-DEZ/13)”. A corporação ainda cita “o mercado ilegal de peças e veículos que são levados para fora do país” como um dos fatores complicadores.

Para coibir tais ações, a corporação tem “investido em campanhas educativas e intensificação do policiamento dos grandes bolsões de estacionamento que se formam, geralmente próximos dos centros comerciais, estabelecimentos de ensino e hospitais”, além do direcionamento de motocicletas da Rocam em corredores principais e operações como a Cavalo de Aço, que fiscalizam em especial os motociclistas “visto que a motocicleta tem sido o meio mais utilizado na prática deste delito, pelo mesmo motivo, a facilidade na locomoção”. Para o próximo trimestre (entre abril e junho), haverá a intensificação das operações integradas com prefeituras e a Polícia Civil afim de dar um basta na situação.

Espera-se que tais ações consigam trazer para a cidade o que todos esperamos: mais segurança.

Compartilhe