Pesquisa IBOPE põe Saulo à frente da disputa eleitoral de Ribeirão Pires

Segundo dados do IBOPE (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), divulgados no último final de semana, a disputa eleitoral em Ribeirão Pires tem como líder, o vereador oposicionista Saulo Benevides (PMDB), que despontou com 26% das intenções de votos, seguido pela pré-candidata petista, Maria Inês com 24%. Dedé da Folha (PPS) aparece em último lugar com 21%.

Saulo deve focalizar em manter a liderança

A pesquisa foi encomendada pela empresa Enigma Consultoria e Marketing Estratégico e foi registrada no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), sob o protocolo 00070/2012. Foram ouvidas 406 pessoas, entre 31 de maio e 2 de junho.

Saulo Benevides não se mostrou surpreso com o resultado. “Esperávamos algo mesmo nesse sentido. Estamos realizando um bom trabalho, preparando os pré-candidatos e conversado com muita gente. Acredito que a população tem reconhecido nosso trabalho e sabe exatamente o que será melhor para a cidade”, comentou o peemedebista. O vereador também reforça o cenário de que o grupo se mantém a frente mesmo tendo sofrido algumas perdas partidárias recentemente com o PSD indo apoiar o PT e o PHS direcionado para a campanha do PPS.

Para a pré-candidata da estrela vermelha, Maria Inês, a pesquisa não é de muita valia, pois não trabalha com dados reais já que expôs um cenário de segundo turno, o que não existe em Ribeirão Pires. “O levantamento não acrescenta nada, pois mostra um quadro que já estava colocado na cidade. A margem de erro é grande e mostra um quadro equilibrado, um empate técnico”, explica a ex-prefeita endossando a informação que a margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais, o que coloca os três nomes tecnicamente empatados.

Quando o assunto é rejeição, o cenário também favorece o peemedebista. Saulo é o menos rejeitado com 16%. Maria Inês, embora tenha conquistado uma queda significativa nos números, continua sendo a mais rejeitada com 33%. Dedé da Folha obteve a mesma margem da aprovação, 21%, mostrando que seu desempenho atualmente se encontra estagnado. O governo Volpi/Dedé também foi avaliado negativamente, atingindo a margem de 55%. Dos entrevistados 35% consideraram a atual gestão como péssima.

A petista avalia os resultados de rejeição da seguinte forma: “No final de julho devemos ver um parâmetro melhor. Estou contente com a queda na rejeição, isso é o resultado do trabalho do partido para com as novas alianças que tem se consolidado. Na campanha a rejeição deve cair ainda mais”. Já o líder aposta em outro resultado: “Nosso trabalho agora será o de manter a liderança e continuar em um crescimento gradual, faremos isso mostrando nosso trabalho e nossa competência em fazer política voltada para Ribeirão Pires”, finaliza Benevides.

Procurado por nossa reportagem o pré-candidato Dedé da Folha não se manifestou.

Compartilhe