Participantes do Enem 2017 dão suas opiniões sobre a prova

O Enem é uma das provas mais disputadas do País. A chance de conseguir bolsa em faculdade particular ou financiamento universitário, por exemplo, faz com que milhões de participantes se arrisquem anualmente. Neste ano, a prova teve sua forma de aplicação alterada, apssando a ser dividida em dois domingos: 4 e 11 de novembro.

Ana Caroline e Beatriz Justino

Em Ribeirão, Ana Caroline Soares foi uma das participantes. “Foi minha segunda participação, a primeira em 2013”, diz Ana, que opinou sobre a edição deste ano. “O primeiro dia estava cansativo pela quantidade de textos. Ciências da Natureza estava bem difícil e demandou tempo. Mesmo assim, acho que fui melhor neste dia.” Sobre a redação (desafios para formação educacional de surdos no Brasil), Ana gostou. “Simplesmente amei o tema, muito importante e relevante.”

Beatriz Justino, 23 anos, também participou do Enem 2017. Ela já havia realizado o exame em 2011 e os comparou. “Creio que deram boa melhorada em todos os aspectos. Estava melhor elaborada. Havia questões fáceis mescladas com outras de grau de dificuldade elevado.” Beatriz também achou o tema da redação bom. “Não pensava que seria algo assim. Imaginava que iria me deparar com corrupção ou bullying, por exemplo. Todavia achei interessante, uma forma de frisar o assunto e sua importância.

Ela ainda deixou um conselho para as próximas edições. “A prova ainda tem aquele velho dilema: Te vencer pelo cansaço. Creio que poderiam diminuir a quantidade de questões e aumentar o grau de dificuldade. Logo, nos concentraríamos mais e não nos cansaríamos tanto com prova tão extensa.”

Compartilhe