Ousadia de pichadores emporcalha Centro da cidade

Além dos flanelinhas, que tem causado transtorno (leia na página 19), o Centro de Ribeirão Pires também vive outro sério problema: as pichações. Diversos prédios da região convivem com este problema que parece não ter solução.

A ousadia dos infratores é tão grande que eles têm se utilizado até de métodos ortodoxos, como visto em um estacionamento localizado na região, na Rua Felipe Sabbag. Não satisfeitos em emporcalhar a parte inferior da parede lateral, instalaram uma escada com cerca de cinco metros de altura para alcançar a parte que ainda estava a salvo do alcance. “Não é a primeira vez que isso acontece”, explica o funcionário Régio Nunes. “Já peguei escadas, latas de spray e outros artefatos largados aqui”, completou.

Uma volta pelo Centro mostra que a situação está fora de controle. Os pichadores deixaram suas marcas em boa parte dos prédios, deixando a clara sensação de impunidade e de abandono, quando somadas as reclamações de mato alto, buracos e falta de manutenção. Até quando a cidade ficará a mercê destas pessoas?

Compartilhe