Operação Horário de Pico visa melhorar trânsito na região

Na 22ª Assembleia Geral do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada na segunda-feira, dia 07, os prefeitos das setes cidades aprovaram a proposta do Grupo de Trabalho Mobilidade para iniciar a Operação Horário de Pico, que tem o objetivo de melhorar a fluidez do tráfego nos principais corredores da região, em especial os que têm caráter regional ou metropolitano.

A medida visa desafogar o trânsito em horário de pico

projeto foi apresentado pela coordenadora do GT Mobilidade, Andrea Brisida, e é uma ação imediata, com prazo de implantação curto e, além da operação integrada de trânsito nos horários de pico, a proposta aprovada contempla também a restrição da circulação de cargas e a regulamentação do estacionamento nos três eixos viários definidos pelo GT Mobilidade, considerando a importância de suas ligações.

O Eixo 1 é a ligação Ribeirão Pires – São Caetano do Sul, o Eixo 2 é a ligação Diadema – Santo André e o Eixo 3 a ligação São Bernardo do Campo – São Caetano do Sul.

A Operação Horário de Pico teve início no dia 21 de novembro com operação conjunta das secretarias municipais de transporte, nas vias de impacto regional com maior incidência de congestionamentos. Os horários de pico considerados são das 6h30 às 9h e das 16h às 20h. Também serão buscadas intervenções com a EMTU, METRA e a Ecovias, dadas as implicações dos sistemas operados por essas empresas.

A restrição de circulação de cargas nos horários de pico nos três eixos viários tem previsão de início em dezembro deste ano. A regulamentação do estacionamento nos referidos corredores suprimirá os estacionamentos em vias públicas durante todo o dia, com início previsto em fevereiro de 2012.

O Consórcio entende que a solução do problema da mobilidade passa por obras de transporte coletivo e de infraestrutura que têm caráter metropolitano e que dependem de investimentos do Governo Estadual, como, por exemplo, a extensão do metrô ao ABC, a otimização da linha da CPTM e da EMTU que servem a região. Também são fundamentais para a solução do problema da mobilidade obras de infraestrutura, como a melhoria dos acessos da Rodovia Anchieta, que diariamente apresentam congestionamentos que repercutem em todo o viário da região do ABC.

Compartilhe