Oito anos e 5 milhões de histórias para contar

Nesta quinta-feira, o Jornal Mais Notícias chega a expressiva marca de 500 edições e 5 milhões de  exemplares distribuídos de forma gratuita e ininterrupta em Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e região da represa.

São oito anos de lutas, conquistas, algumas poucas decepções e muitas alegrias que você, caro leitor, pôde compartilhar conosco durante todo este período, que foi marcado por muitas mudanças, seja em Ribeirão Pires, no Brasil ou no Mundo.

Em 19 de março de 2003, Saddam Hussein ainda governava o Iraque e se dizia “pronto para a guerra”. O Fome Zero era destaque nacional do presidente Luís Inácio Lula da Silva, então com um ano no cargo e com popularidade em queda entre setores que analisavam sua gestão como “Mais do Mesmo” de Fernando Henrique Cardoso. Falando em queda, o barril do Petróleo caía a US$ 27,95 e o dólar estava em estável em “apenas” R$ 3,44. No Esporte, o destaque era a final do Campeonato Paulista, que aconteceria no sábado seguinte entre o Corinthians, de Dida e Liedson, e o São Paulo, do então garoto Kaká e de Rogério Ceni. E na informática, a grande novidade eram as redes sem fio, por Bluetooth e Wi-Fi…

Falando de Ribeirão Pires, Maria Inês estava em seu último ano como prefeita e preparava sua indicação a seu então vice, Jair Diniz, Clóvis Volpi era uma “zebra”, a Vila do Doce não era nem um sonho, o Bloco das Mocréias se consolidava como o principal da cidade e iniciava a transição para Grêmio Recreativo, o cinema do Shopping Duaik ainda funcionava, o primeiro Dia Municipal da Consciência Negra seria celebrado, o Jardim Serrano ainda não era regularizado e apenas 40% do esgoto da cidade era tratado.

De lá para cá, muitas coisas mudaram e muitas histórias passaram pelas páginas deste jornal. Tomando emprestado o jargão do lendário Reporter Esso e parafraseando o hino da cidade, “testemunha ocular da história desta pequenina fração, muito grande em nosso coração” em 500 edições, e muito mais que está por vir, junto com você, caro leitor, a nossa razão de ser. Afinal, algo, certamente não mudou e nunca mudará: a dedicação e o carinho com que fazemos, semana a semana o seu Mais Notícias.

Compartilhe