Obras da Sabesp destroem rua e revoltam morador

Uma obra de esgoto, que seria para melhora da qualidade de vida está causando uma enorme dor de cabeça a um morador de Ouro Fino Paulista. O leitor José Serrato Sobrinho, que entrou em contato com a redação do Jornal Mais Notícias, é morador da Rua Juquitiba há 22 anos e está passando por um transtorno ímpar em sua vida: “Logo que mudei para a cidade, minha rua teve uma camada de asfalto que aqui esteve até dois anos atrás. Entretanto, depois que a Sabesp fez uma obra na rede de esgotos, quebrou toda a pavimentação e, desde então venho lutando para que os reparos sejam realizados”. A via em questão faz esquina com a Estrada do Soma e tem cerca de 100 metros de extensão e de fato, como mostrou o munícipe por foto enviada a nossa redação, havia asfalto no local.

Neste ínterim, Sobrinho acionou a Sabesp por diversas vezes, tendo inclusive recebido a visita de fiscais da empresa que “reconheceram que os reparos têm que ser efetuados”, mas até agora nada foi feito: “em abril passado, a empresa prometeu realizar o conserto em até 10 dias, o que não aconteceu. Quando liguei novamente, constava no sistema que a obra estava concluída quando eles sequer a iniciaram. Reclamei novamente, outro fiscal veio e disse que o reparo era necessário e nada. Ao reclamar mais uma vez, tive outra desagradável surpresa ao ser comunicado que a solicitação havia sido cancelada”, conta. “Perdi clientes que reparam motos comigo, eu e minha filha temos dificuldade de entrar e sair de casa. Quem paga esse prejuízo?”

Agora, ele planeja acionar até mesmo a justiça: “se nada for feito, vou acionar o Ministério Público. O que eu quero é minha rua do jeito que estava”.

Sabesp – Via assessoria, a Sabesp informou que a obra realizada no local em 2010 era “para instalação de redes coletoras de esgoto conforme previa a 2ª etapa do Projeto Tietê” e que a empreiteira responsável, na ocasião, havia relatado que “no local não havia pavimentação, motivo pelo qual a obra foi entregue mantendo as condições em que o terreno foi encontrado”. Entretanto, a empresa se comprometeu a enviar um fiscal ao local hoje para verificar a situação com o munícipe.

Compartilhe