O dia Mundial da Água ajuda a conscientizar o consumo de água

No último sábado foi comemorado o Dia Mundial da Água. Diversos países promovem ações e campanhas voltadas para o uso consciente do recurso natural. Em Ribeirão Pires a 5ª edição do projeto Caminhada das Águas reuniu mais de 300 pessoas que passaram pelas principais ruas da cidade. O objetivo da caminhada é promover conscientização aos munícipes sobre a importância da preservação da água para nosso planeta.

Centésima edição do ECO+

Centésima edição do ECO+

Em 1994 foi feita no Brasil o primeiro Dia Mundial da Água, com o principal intuito de reivindicar a recuperação da represa Billings para o abastecimento. A Campanha alertava sobre o racionamento de água como o que estamos vivendo hoje.

Estudiosos afirmam que 75% da superfície terrestre é coberta pela água. No entanto, 97,5% pertencem aos oceanos e uma parcela corresponde a água doce. Desta, 90% está estocada nos polos e no subsolo. O resultado final é de que apenas 0,26% de toda a água existente no mundo estão disponíveis para o consumo humano.

A Organização das Nações Unidas prevê que em 2050 mais de 45% da população mundial não poderá contar com a porção mínima individual de água para necessidades básicas. Tendo em vista que para os humanos quanto para outras formas de vida é necessário conscientizar-se sobre a importância em economizá-la.

Há alguns meses a cidade de São Paulo e outros municípios São Caetano do Sul e São Bernardo do Campo estão passando por um racionamento de água. Por conta da falta de chuva nos últimos meses os sistemas de abastecimento foram reduzidos. E o consumidor foi obrigado a ter cautela no uso da água

 

 

Veja algumas maneiras simples de economizar água:

 

Ao escovar os dentes e se barbear, manter a torneira fechada;

Usar a máquina de lavar roupas na capacidade máxima;

Não jogar óleo de fritura pelo ralo da pia. Além de correr o risco de entupir o encanamento da residência, esta prática polui os rios e dificulta o tratamento da água;

Não deixar que ocorram vazamentos em encanamentos dentro da residência;

Usar a descarga no vaso sanitário apenas o necessário. Manter a válvula sempre regulada;

Reutilizar a água sempre que possível;

Utilizar regador no lugar de mangueira para regar as plantas;

Usar vassoura para varrer o chão e não a água da mangueira;

Captar a água da chuva com baldes. Esta água pode ser usada para lavar carros, quintais e regar plantas;

Colocar sistemas de controle de fluxo de água (aeradores) no bico das torneiras.

Compartilhe