Médium Rogério Leite realiza palestra no Recanto de Luz Irmã Scheilla

Na noite de 15 de março, o Recanto Irmã Scheilla recebeu a visita do médium Rogério Leite que realizou palestra sobre a importância da psicografia no Espiritismo. Para que as pessoas compreendessem melhor o tema, o palestrante relatou suas experiências.

Rogério Leite e Marli Mansini em evento no Recanto de Luz Irmã Scheilla

Os ensinamentos bíblicos deram o inicio, “o estudo da palavra de Deus nos revela maiores ensinamentos. Na doutrina espírita, aos poucos foi revelado sobre a vida pós-morte. Neste caso, não podemos esquecer do mestre Allan Kardec que foi um dos principais elos com a mediunidade”, explica Rogério Leite.

O médium também deixou claro não se considerar uma pessoa especial, “sou como vocês, somos todos iguais e possuímos o mesmo dom”. Também foi explicado, porque alguns se desenvolvem mais que os outros no espiritismo. “Possuímos um bloqueio natural, devemos então exercitar o desbloqueio e aprender sempre uns com os outros”.

A emoção fez parte da noite, em especial quando Rogério Leite revelou duas experiências referentes à psicografia. “Tive a oportunidade de participar do centro espírita onde Chico Xavier atendia. Foi de grande valia, aprendi muito e como estava no centro todos os dias algumas pessoas já sabiam até meu nome. Um belo dia, uma senhora se aproximou de mim, muito solicito escutei sua história, uma família destruída por ciúme. A mulher revelou, que vivia feliz, bem casada, com dois filhos adolescentes, e uma surpresa foi enviada por Deus: uma menina, a luz da casa. Uma separação inesperada e a volta do marido ao convívio da família parecia ser o fim das turbulências, mas, como um ato de desespero a amante sequestrou a filha do casal e a matou  a sangue frio”.

Seguindo o depoimento, foi revelado que o casal começou a visitar o centro em busca de noticias da filha, o que de fato acabou acontecendo por meio da psicografia. “A revelação daquela senhora me abriu os olhos, para a importância do perdão e também da comunicação com os entes queridos já desencarnados”, concluiu Rogério Leite.

Em um segundo momento, para a surpresa de muitos o palestrante com grande emoção falou sobre seu filho, “meu filho único, já desencarnado, me mostrou na pele o que é passar por esse tipo de sofrimento. Meu trabalho ajudou muito, tinha que ter forças para continuar, o mais interessante e posso garantir que o mais emocionante foi quando ele entrou em contato, escrevia e chorava, pois sentia a sua presença”.

A mensagem final de Rogério Leite foi: “o amor pode mais, e pode tudo”. Após transmitir a esperança aos que seguem a doutrina todos foram convidados a participar do segundo dia do evento. No dia seguinte, foram entregues fichas para participar da entrega das cartas psicografadas pelo médium. Como encerramento. Marli Mansini fez uma apresentação musical.

Compartilhe