Médicos cubanos chegam a Ribeirão Pires

Na última sexta, Ribeirão Pires recebeu, na última sexta, três médicos cubanos que chegam a cidade por meio do programa Mais Médicos, do Governo Federal. Eles se reuniram com o secretário de Saúde e Higiene, Koiti Takaki e a equipe para iniciar o período de integração.

Profissionais foram recepcionados por vereadores e secretário de Saúde

Orlando Castro Aroche, Orlando Pacheco Santana e Osmany Montoya Hechavarria, formados pela Universidade de Medicina de Cuba e professores em seu país, devem iniciar o trabalho nos próximos dias e, neste ínterim, estão se familiarizando com a cidade e com o método de trabalho. Eles já atuaram em outros países da América do Sul anteriormente.

Osmany conta que eles são “especialistas em atendimento primário das famílias” e também que não terão dificuldade para o trabalho já que o sistema brasileiro é “parecido com o que temos em Cuba”. “Estamos conhecendo melhor como funciona a rede de saúde da cidade e na próxima semana faremos visitas às unidades (básicas de saúde)”. Durante o encontro, os vereadores Banha (PDT), Renato Foresto (PT) e Gê do Aliança (SDD) também saudaram os profissionais.

“Eles atuarão na Atenção Básica, na Equipe de Saúde da Família, que hoje tem 5 unidades na cidade e devem atuar a partir da segunda quinzena de novembro”, afirmou o secretário Koiti Takaki, antes de ressaltar: “estamos contentes com a vinda desses profissionais, que serão reforço importante no modelo de saúde da família, que acompanha de perto as necessidades dos moradores”.

Os médicos cubanos cumprirão 32 horas semanais trabalhadas e 8 horas em cursos online do Ministério da Saúde, que irá também arcar com seus vencimentos, que giram em torno de R$ 10 mil mensais.

Compartilhe