Marinho encerra polêmica e Saulo anuncia obras

Durante os discursos na plenária do PPA, velhos assuntos vieram à tona, como a questão das verbas destinadas pelo Governo Federal via PAC2 à região. Uma delas foi um suposto atrito entre os prefeitos de São Bernardo e presidente do Consórcio ABC Luiz Marinho e de Ribeirão Pires, Saulo Benevides.

Presidente do Consórcio afirmou que está ajudando Ribeirão e São Caetano a garantirem verbas do PAC2

Em seu discurso de abertura, Marinho afirmou que o colega ribeirãopirense “ficou chateado”, mas que o Consórcio trabalha para que mais verbas cheguem às sete cidades. Depois, ele comentou o caso ao Mais Notícias: “Comigo não houve tensão nenhuma. Havia uma diretriz do Governo Federal do que era possível incorporar e assim foi feito nas cidades que cumpriram o prazo estabelecido. Ribeirão e São Caetano ficaram fora e estamos dando continuidade para ser incorporado com o tempo”.

Benevides também comentou o caso: “reafirmamos nossas demandas junto ao Ministério do Planejamento e passamos alguns projetos que se enquadram na Mobilidade Urbana, como a ligação entre o Centro Alto e o Centro Baixo e a Avenida Brasil. Estão em análise”.

Obras – Saulo também anunciou que o Hospital Santa Luzia terá suas obras retomadas nos próximos dias. “É um compromisso nosso de campanha. Ele está parado desde 2010. Acertamos com a empresa responsável a retomada da obra com o dinheiro que ainda está disponível do Governo do Estado (R$ 3,4 milhões). Se houver necessidade, faremos investimento do tesouro municipal”, ressaltou o prefeito. Ele também reforçou a instalação do Big Brother Ribeirão, o sistema de monitoramento das vias por câmeras: “O monitoramento 24 horas irá intimidar os criminosos, diminuindo furtos e roubos na cidade. Não irá interferir na privacidade das pessoas, é um projeto que tem dado certo em todas as cidades com resultado positivo”. O prazo inicial para que o sistema entre em funcionamento é o mês de Dezembro.

Compartilhe