Mãos que Ajudam realizam mutirão social nesse sábado

Mais uma vez o corpo de voluntários da Igreja Mórmon (A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias), realizará uma ação social do programa Mãos que Ajudam. Este ano, os voluntários farão arrecadação de alimentos que deve ser destinados a famílias carentes da região. Todos os anos, membros e amigos da igreja se unem em uma ação conjunta realizada em todo o Brasil. Até o dia 28, a equipe pretende arrecadar 10 toneladas de alimentos entre as cidades de Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Mauá.

Prefeitura estuda doar arrecadação de um dos dias do Festival do Chocolate para o Projeto Mãos que Ajudam

Iniciado em 1998, o Mãos que Ajudam é um programa permanente de ajuda humanitária e de serviço comunitário da Igreja Mórmon. A cada ano são realizadas ações diferentes. “Nós já reformamos escolas, limpamos praças, doamos materiais para o Hospital e Maternidade São Lucas, produzimos e doamos kits para novas gestantes. Ano passado o projeto social envolveu contação de história para internos de dois asilos”, contou a líder de assuntos públicos da instituição religiosa e coordenadora regional do programa, Alessandra Maciotta.

Os organizadores da ação estimam que mais de 130 mil pessoas participação do Mãos que Ajudam 130 mil voluntários, entre membros da igreja, amigos e parceiros, participem do projeto de arrecadação de alimento.

Neste sábado, mórmons da região, devidamente identificados com coletes amarelos, percorrerão alguns bairros com informativos sobre o projeto. Ao mesmo tempo, equipes ficarão de plantão nos supermercados Extra e Joanin. Alessandra explica: “Iremos ajudar as pessoas a empacotarem suas compras em troca de apenas 1 kg de alimento”.

O dia de encerramento do programa será dia 28 de julho, quando todo o alimento recolhido será doado. O presidente regional da Igreja de Jesus Cristo, José Maria de Paula, explica o propósito da data: “Foi neste mês, há mais de 160 anos que um grupo de pioneiros exploradores do centro-oeste americano resgatou outro grupo perdido na nevasca do rigoroso inverno. É baseado no espírito altruísta desses colonizadores que organizamos esse evento”.

Os organizadores pedem para que todos aqueles com interesse em colaborar com programa façam suas doações diretamente na sede da igreja (Avenida Francisco Monteiro 331, Centro e Rua Professor Antônio Nunes, 650 – Santa Luzia), aberta todos os domingos de manhã. Caso prefiram, interessados podem agendar a retirada de doações por meio do telefone 11 78755203 e 11 48251498. “Não importa se a pessoa for doar 1 ou 10 kilos, nós vamos ao local retirar. O que vale é a participação”, finaliza Alessandra Maciotta.

Compartilhe