Grandes combates marcam 1º Torneio contra Violência e Drogas

No último domingo, a Chácara Nocaute, em Rio Grande da Serra, foi sede do 1º Torneio de Muay-Thai contra a violência e as drogas, que teve 12 lutas realizadas com alto nível técnico e muita emoção, agradando às cerca de 150 pessoas que compareceram ao local para acompanhar as atividades.

Lutas foram acompanhadas por aproximadamente 150 pessoas

Dentre as 12 lutas disputadas, o destaque foi para o combate entre os meio-pesados Djalma, da Central (Mauá), que foi batido por Maicon, da Academia Alternativa (São Paulo). Após três rounds, os jurados decidiram por unaminidade dar a vitória ao paulistano. Outro combate que levantou a torcida foi entre os pesados Jonathan Urso, da Academia The Contender (Mauá) contra Marcos, da Academia Central da mesma cidade. Em uma luta franca, que teve knockdowns de ambos os combatentes, Urso acabou vencendo por pontos.

“Foi um dia muito especial para sensibilizar a população de que as artes marciais são grandes aliadas no combate à violência e às drogas. Hoje, muitos adolescentes saem das drogas para o esporte”, conta Aílton Pessoa, tricampeão brasileiro e sulamericano de Boxe, Muay-Thai e Kickboxing, organizador do evento.

Compartilhe