Educação ambiental: incentivo às crianças para preservar a natureza

O desenvolvimento da sociedade rumo ao futuro nos torna cada vez mais conscientes da necessidade de priorizar o meio em que vivemos. Nos tempos atuais as pessoas percebem que para construir não é necessária a destruição total do meio ambiente, a busca é por um futuro sustentável.

Alunos da escola Pomar desenvolvendo atividades ambientais

A expressão “Educação Ambiental” surgiu nos anos70, apartir de então surge vários acontecimentos que solidificaram tais questões, como, por exemplo, a Conferência de Estocolmo em 1972 e Conferência Rio-92. Em Estocolmo, a reunião tinha como objetivo a conscientização da sociedade em relação ao meio ambiente, assim preservando as gerações futuras e marcou a primeira atitude mundial a tentar preservar o meio ambiente. Já no Rio de Janeiro, 20 anos depois, foi realizada a maior reunião de chefes de Estado da história da humanidade com a presença de 117 governantes. O tema discutido foi sobre o desenvolvimento sustentável, e soluções para reverte o atual processo de degradação ambiental, resultando foi um plano de ação para o século XXI.

Para que a nova geração esteja engajada desde cedo, a educação faz a ponte por meio da comunicação, trazendo o significado de sustentabilidade para as salas de aula. Para a ideia ser executada com sucesso, em 1999 foi implantado a Lei da Educação Ambiental, de número 9.795, que em seu artigo diz que “a educação ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não-formal”. O Brasil é o único país da América Latina que possui uma política nacional específica para a Educação Ambiental.

Na cidade de Ribeirão Pires a escola Centro de Educacional Pomar desempenha papel importante com alunos, buscando sempre a interação das crianças com a natureza. A pedagogia aplicada é a Waldorf, que tem como ponto de partida o conhecimento da criança e de seu desenvolvimento em diversos aspectos. Enfoca o ser humano como ente físico, anímico e espiritual e aprofunda os laços com a natureza. “O trabalho de educação ambiental é realizado com os alunos desde um ano de idade. Diariamente os professores aplicam nas salas de aula, a conscientização ambiental, desde economia de água até o trabalho realizado na horta”, explica Diretora Cinzia Amaral.

As escolas têm a responsabilidade de dar suporte para o desenvolvimento de uma educação ambiental de qualidade, “o cronograma é divido em épocas do ano. No outono, por exemplo, trabalhamos o tema água. Tudo sempre estará ligado a natureza, é importante ressaltar que as crianças participam ativamente dos trabalhos na horta e também nos cuidados com os animais criando um vinculo para a vida”, explica Cinzia Amaral.

Em cada atividade desempenhada em âmbito escolar, fica claro que não existem limites para o conhecimento e nem idade para se aprender. Sendo assim, conclui-se que para ter um futuro melhor a educação é o melhor caminho a ser seguido, por isso é de extrema relevância que as escolas dotem as praticas ecologicamente corretas.

Compartilhe