Dra. Nanci e membros do PHS ameaçam deixar corrida eleitoral

Com a recente movimentação do PHS, migrando da base de oposição para sustentar o bloco governista, os principais nomes da legenda deixaram bem claro que o partido vai apenas com o nome para o outro lado, pois seus integrantes permanecem fieis ao grupo de origem. Uma das figuras do partido, a Dra. Nanci (Nanci Bastos de Oliveira, conhecida pediatra da região), ameaçou abandonar sua pré-candidatura caso o Partido Humanista da Solidariedade ceda às exigências da direção estadual em apoiar o pré-candidato a prefeito, Dedé da Folha (PPS).

Nanci, uma das apostas do PHS , não será candidata caso seu partido defina-se ao lado do governo

“Estou apoiando o Saulo, se o partido for para a situação eu não acompanho a legenda. Sou contra essa mudança”, declarou Nanci.

A pediatra explicou que ao longo de 2011, quando o PHS de Ribeirão Pires manteve conversa com os filiados, seu grupo traçou um plano político sólido, com propostas para o desenvolvimento da cidade. A determinação da direção estadual do partido interfere diretamente no plano, causando descontentamento nos filiados e incentivando a migração de todos os seus membros para outras siglas ligadas à oposição.

Nas últimas pesquisas pré-eleitorais, realizadas tanto pelo governo, quanto pelos opositores e até mesmo por empresas independentes mostram que a Dra. Nanci possui um nível de aceitação ideal. Caso deixe a legenda, o prejuízo para o partido seria notável.

A direção municipal do PHS mantém a mesma postura da médica e promete deixar a corrida eleitoral por ser contrária em apoiar o pré-candidato da Administração. “Não é nada contra a pessoa do Dedé. O que não podemos fazer é deixar de lado todo nosso planejamento e comprometimento que temos com o Saulo (Benevides – pré-candidato a prefeito pelo PMDB)”, enfatiza Dra. Nanci.

Embora Tinha Di Ferreira, presidente estadual do PHS, tenha afirmado que o partido apoiaria o governista Dedé, sua decisão poderá ser revista após pressão do diretório municipal. Segundo informações cedidas com exclusividade ao jornal Mais Notícias, representantes do partido estariam dialogando com a liderança estadual para reverter a situação.

Compartilhe