Dedé é condenado e fica inelegível por 8 anos

Na tarde da última terça-feira o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por unanimidade condenou o ex-vice-prefeito de Ribeirão Pires, Dedé da Folha, por abuso no uso dos meios de comunicação nas eleições de 2016, pleito em que foi derrotado pelo atual Prefeito Adler Teixeira, o Kiko.

Ex-vice-prefeito de Ribeirão Pires foi condenado pelo Tribunal Superior Eleitoral

Com a condenação em 2ª instância, Dedé fica inelegível por 8 anos e somente poderá participar das eleições à partir de 2025. A decisão foi por seis votos a zero.

O relator do processo, o desembargador Luís Guilherme da Costa Wagner Junior, deu parecer pela condenação de Dedé, e foi seguido pelos demais membros da corte. Segundo a acusação, o jornal da família de Dedé teria feito diversas matérias atacando Kiko, seu principal adversário, mas era “ameno” quando falava de Edinaldo.

Pela condenação sofrida, Dedé da Folha e sua irmã, que é oficialmente a proprietária do jornal, tiveram a declaração de inelegibilidade publicada, ou seja, estão inelegíveis e não podem concorrer a nenhum cargo público pelos próximos oito anos.

Compartilhe