Copina se reafirma como pré-candidato em RGS

O pré-candidato a prefeito em Rio Grande da Serra, Valmir Copina (PMDB) finalizou as discussões sobre um possível acordo que estava prestes a acontecer entre ele e o grupo de governo. Assumindo uma postura mais austera, Copina foi direto ao ponto: “Não apoiarei Gabriel Maranhão e nem acertarei acordo com o PSDB. O PMDB tem total condição de tocar uma corrida ao Paço e é isso que o grupo que eu represento está determinado a fazer”.

O empresário Valmir Copina garante não ter acordo com o PSDB de Maranhão

Copina reconhece que seu grupo foi responsável por grande parte do progresso conquistado pela cidade nos últimos anos por meio do apoio de deputados, que se comprometeram com emendas parlamentares. “Minha amizade com a deputada estadual Vanessa Damo garantiu um repasse de mais de R$ 6 milhões para Rio Grande da Serra. Sou um rio-grandense que se preocupa com a cidade e que se esforçou por conseguir recursos para Rio Grande. Como a maioria dos cidadãos daqui, eu levanto cedo para trabalhar e fico indignado com a precariedade em que somos obrigados a viver por falta de desenvolvimento em nossa cidade”, ressalta o empresário.

Dessa forma, já que Copina vem despontando na frente em pesquisas pré-eleitorais e alcançado resultados expressivos nas prévias, mostrando total capacidade de bater de frente contra o pré-candidato do governo, tocar uma futura campanha própria tornou-se uma ação completamente viável. “Se como cidadãos  fizemos muito com a pouca influencia que possuímos, poderemos, com um plano político adequado, fazer por essa cidade o que ninguém mais fez. Chega de fica nas mãos de quem só abusa da população”, completa Copina.

Contando com o apoio de outros três partidos (PP, PRTB e PRB), Copina está montando uma plataforma de propostas para apresentar na época em que a campanha eleitoral iniciar oficialmente. Seu projeto abrangerá políticas para a juventude, saúde, moradias populares, emprego, turismo e desenvolvimento econômico.

Compartilhe