Cooperpires ganha novo galpão de triagem

Em evento realizado no último sábado, a Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Materiais Recicláveis de Ribeirão Pires (Cooperpires) teve inaugurado seu novo galpão de triagem, no Parque Aliança, o que representará uma significativa melhora para a qualidade de trabalho dos seus integrantes.

Empreendimento fica localizado no Parque Aliança

O empreendimento, que tem 530 m² de área construída e foi erguido com o aporte de aproximadamente R$ 310 mil em recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), além de R$ 15 mil em verbas municipais, fará com que a capacidade de coleta seletiva da cidade seja expandida para até 10% dos detritos coletados (237 ton/ mês) ante os 1,54% (36 ton/mês) atuais, o que deve ampliar, inclusive a retirada financeira de cada um dos cooperados. Hoje, eles conseguem cerca de R$ 450 mensais e, no final de 2012, há o plano de que este valor chegue a até R$ 1.400.

Para isso, a cidade irá intensificar os trabalhos de reaproveitamento, começando pela própria Prefeitura, que já faz um trabalho de separação do material reciclado, e passando por outras atitudes como a instalação de lixeiras específicas na cidade e também disponibilizar postos de coleta de óleo de cozinha usado. “A idéia é fazer de Ribeirão Pires exemplo e referência na coleta seletiva”, afirmou o secretário Temístocles Cardoso Cristófaro. Há também o plano de construir outro galpão, em Ouro Fino.

O prefeito Clóvis Volpi, ressaltou a parceria com a Caixa Econômica Federal e fez questão de elogiar o trabalho dos cooperados: “Estes são os maiores e melhores agentes ambientais da face da Terra”. Satisfeita, a dirigente da Cooperpires, Joana Darc Pereira Costa, enfatizou a conquista do grupo, resumindo o sentimento em uma frase: “somos um grupo persistente, teimoso e que gosta de desafios”, concluiu.

Compartilhe