Clube dos Viralatas ganha reconhecimento nacional

No último final de semana, o Clube dos Vira-Latas de Ribeirão Pires foi tema de reportagem veiculada no programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo, que mostrou o bonito trabalho da entidade com os animais que estão em busca de um dono, dando o reconhecimento nacional a um trabalho feito com afinco há muito tempo.

Entidade foi destaque no programa “Caldeirão do Huck”, da Rede Globo

Fundado pela aposentada Cida Lellis há 11 anos, a entidade sempre foi custeada por meio de doações e, a partir de 2010, quando ela faleceu, passou a ser presidida por Cláudia Demarchi: “ela era uma pessoa iluminada. Estamos aqui dando seguimento ao seu belíssimo trabalho”, afirmou.

O mote do clube é encontrar um lar e uma família para os animais. Por isso mesmo – e também para estimular a posse responsável – a entidade não cobra dos interessados em ter um animal de estimação: “trabalhamos exclusivamente com doações gratuitas”, disse Cláudia antes de ressaltar que todas as doações são feitas após entrevista e triagem, sendo os animais são entregues castrados, vacinados e com laudo.

A entidade também promove ações em eventos: “nas feiras de doações, também vendemos produtos do clube, que nos ajudam a arcar com os custos”. Desta maneira, para desenvolver o trabalho da melhor maneira, o Clube também prima pela transparência: “temos todas as contas abertas no site”, afirma a presidente.

Além da doação e o abrigo para cães sem lar, também são realizados trabalhos diversos, como atendimento veterinário à comunidade carente, cirurgias, incluindo ortopédicas entre outras ações. Hoje, entretanto, o foco é estimular a castração, para prevenir doenças, enfim, um trabalho educacional com os proprietários de animais.

“Hoje somos uma empresa, um grupo que deu certo. Empregamos cerca de 15 pessoas com todos os direitos”. É importante destacar que o clube, hoje, não conta com patrocinadores e vive exclusivamente de doações: “queremos apenas que eles ganhem um lar”, concluiu Demarchi.
O Clube dos Viralatas pede ajuda a todos que podem ajudar, seja divulgando seu trabalho, adotando um animal ou mesmo doando dinheiro, ração ou medicamentos. Tanto os animais que aguardam por um novo lar quanto as formas de ajuda estão disponíveis no site www.clubedosviralatas.org.br ou no Facebook: www.facebook.com/clubedosviralatas.

Compartilhe