Cidades do Grande ABC estão no top 100 do PIB Municipal

Na última terça-feira, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou a participação de cada município brasileiro na construção do PIB, o Produto Interno Bruto, a soma de toda a riqueza gerada no país, nos estados e nos municípios durante um determinado período, considerando-se bens e serviços, excluindo-se da conta os chamados bens de consumo intermediários, ou seja, os itens usados para produzir outros bens, como faróis e vidros de um carro, por exemplo.

Referente a 2011, quando o Brasil teve um PIB total de R$ 4,143 trilhões, a pesquisa que mediu 5565 cidades mostra São Paulo na liderança, tendo produzido R$ 477.005.597, mais que o dobro do segundo colocado, Rio de Janeiro, com R$ 209.366.429. Já as cidades do Grande ABC aparecem bem colocadas, com cinco dos sete municípios entre os 100 primeiros colocados, no caso São Bernardo (14º, com R$ 36.337.338), Santo André (33º, com R$ 17.664.718), Diadema (47º, com R$ 11.786.624), São Caetano (48º, com R$ 11.762.744) e Mauá (79º, com R$ 7.633.782). Já Ribeirão Pires, aparece na 287ª posição com R$ 1.978.256 enquanto Rio Grande da Serra aparece na 816ª posição, com R$ 529.213.

Todas as cidades apresentaram melhora em relação à medição anterior, ainda que algumas tenham caído de posição, sinal do avanço econômico global do país. Em contato, a Prefeitura de Ribeirão Pires avaliou a colocação como “positiva, tendo em vista o comparativo de queda dos outros municípios da região, e também a nível nacional”. Para os próximos anos, a Administração “prevê uma melhora nesse resultado, já que Ribeirão Pires tem grande potencial para atrair novos investidores”.

Veja a classificação das cidades do ABC:

Posição

Cidade

PIB (milhões de R$)

14ª

São Bernardo do Campo

36.337.338

33ª

Santo André

17.664.718

47ª

Diadema

11.786.624

48ª

São Caetano do Sul

11.762.744

79ª

Mauá

7.633.782

287ª

Ribeirão Pires

1.978.256

816ª

Rio Grande da Serra

529.413

Compartilhe