Cézar de Carvalho pede demissão para concorrer ao Legislativo

No início desta semana, o advogado Cezar de Carvalho (PSDB) pediu sua exoneração como assessor da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano. Segundo fontes ouvidas pelo Mais Notícias, a medida foi tomada para que Cezar estivesse apto a concorrer as eleições municipais como candidato a vereador. O pedido de exoneração foi assinado por Edmundo Mesquita, secretário interino da Pasta.

Cezar deve manifestar-se publicamente sobre o assunto neste final de semana

Embora Cezar de Carvalho prefira manter o suspense ao não confirmar abertamente que seria candidato, o advogado já revelou suas intenções para membros do PSDB. “Ele confirmou que sairá candidato para fortalecer a coligação”, informou um membro do ninho tucano que preferiu não se identificar. “Isso vai atrapalhar todos nós, os ‘candidato menores’ (sic), mas apesar de não estar satisfeito eu apoio por respeito à hierarquia”, completa.

Enquanto isso, Cezar prefere esquivar-se de assumir sua candidatura. “Só saio se for para ajudar o partido. Há pessoas favoráveis e contrárias à ideia”, afirma, confirmando o que um dos pré-candidatos tucanos já havia declarado: “O grupo está rachado desde a escolha em apoiar o Dedé, mas fazer o que, política é assim”.

Com a participação de mais um integrante popular na disputa eleitoral, os demais pré-candidatos tucanos terão dificuldades em superar a marca de votos de João Lessa (PSDB), Cezar de Carvalho e Jorge de Autoescola (DEM), com quem estão coligados.

Compartilhe