Cezar de Carvalho cobra Ficha Limpa Municipal

Uma das personalidades mais importantes e reconhecidas de Ribeirão Pires, o advogado Cezar de Carvalho tem história intimamente ligada a da cidade. Desde quando chegou, com apenas seis meses de vida, tendo mudado de Minas Gerais junto com sua família, para o bairro Roncon em 1961, saiu de lá apenas quando se casou, há 26 anos.

“Quero fiscalizar os atos do Executivo, sendo um vereador atuante em defesa da cidade”

Neste período, construiu uma longa história de trabalho duro: “em 1971, fui Guarda Mirim. Depois disso, fui motorista de Kombi, caminhão e perua escolar”, conta. Esse último trabalho, aliás, pavimentou seu caminho para o Direito, profissão em que construiu sólida carreira: “eu levava estudantes para o Objetivo e fazia cursinho ao mesmo tempo. E, em 1981, entrei na UMC para cursar a faculdade”, contou, relembrando a juventude repleta de dificuldades. Ainda na faculdade, teve dois momentos marcantes: participou no Diretório Acadêmico, onde teve contato com a política estudantil e também fez parte de um júri simulado: “foi a primeira vez em que falei para um público grande, havia cerca de 1000 alunos acompanhando”, lembra.

Em 1989, sua vida começou a mudar. Primeiro, por ter integrado, como um dos fundadores, o PSDB, “o único partido de minha vida”, lembrou. E no ano seguinte, por conta do Plano Collor: “fui o primeiro advogado do Grande ABC a entrar com ações para desbloqueio de valores retidos na Caderneta de Poupança”, lembra. As várias ações vindas de todos os cantos do estado o fizeram se solidificar como advogado.

Cezar tem um largo histórico de lutas em prol da população. Em 1998, por exemplo, entrou para a história quando, por sua iniciativa, foi aprovado o primeiro (e único até aqui) projeto de lei de iniciativa popular da cidade: “foi para revogar o aumento de 600% no IPTU que estava sendo proposto pela Prefeitura à época. Em três dias, colhi 8030 assinaturas”. É importante lembrar que são poucos os projetos desta natureza apresentados. O mais notório deles é o Ficha Limpa.

Na política, atuou nas secretarias de assuntos jurídicos de Ribeirão Pires e Rio Grande e, mais recentemente, entre janeiro de 2011 e julho deste ano foi Assessor Especial do governador Geraldo Alckmin. “foi uma experiência muito marcante, que me deu conhecimento da máquina do Estado, aproximou-me dos secretários e do próprio governador e também abriu portas. Isso, independente de quem seja o prefeito ou prefeita, só ajuda Ribeirão Pires”, explicou.

Candidato pelo PSDB, propõe uma postura diferente na Câmara. “Quero fiscalizar os atos do Executivo, sendo um vereador atuante em defesa da cidade”, explica. Dentre suas propostas, destaca-se a Atividade Delegada “para melhorar a segurança em especial no Centro Alto, Quarta Divisão e Ouro Fino”, treinamento para os 17 eleitos “sem ônus para os cofres públicos” e também outra idéia para um projeto que deve revolucionar a Administração: “o primeiro projeto que quero apresentar, na primeira sessão ordinária é o do Ficha Limpa Municipal e com efeito retroativo a janeiro para secretários, comissionados e novos concursados. Se o político tem que ter, porque o secretário não?”, concluiu.

Compartilhe