Carta a Papai Noel

Quero, antes de tudo, te desejar Feliz Natal,

Um Ano Novo diferente, realmente desigual!

Estou te escrevendo não para pedir

Relógio, joias ou algo que tu não possas dar.

Inteligente que é facilmente me entenderá.

Desejo um presente singelo,

Optei por receber de ti um poema.

 

Pode ser de um poeta desconhecido

Afinal, a arte é democrática,

Provoca, invoca e ajuíza.

Afinal, aonde quero chegar?

Indique-me! Dá-me uma luz!

 

Não anseio ficar por aí

Ondeando pra lá e pra cá.

Estou cônscio do meu desejo:

Louvar a Deus, falar a Jesus!

 

Por Josenito Barros Meira – Advogado

Compartilhe