Brasil é o país que mais recicla alumínio no planeta

A produção de lixo no Brasil não para de crescer, e chega ser mais acelerada do que a população urbana. Segundo dados da pesquisa realizada por Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e ABRELPE (Resíduos Especiais) no ano de2010 aprodução chegou a 60,9 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos. Enquanto isso a população cresceu somente 1% ,segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Para combater os prejuízos do lixo, foi necessário buscar de forma inteligente a solução do problema, a reciclagem.

A medida tomada primeiro em países desenvolvidos, surgiu no Brasil apenas na década de 80, mas hoje em dia, nosso país assumiu a liderança ocupando com sucesso o primeiro lugar no ranking do índice de reciclagem de latas de alumínio, segundo levantamento da Associação Brasileira de Alumínio (ABAL) e Associação Brasileiros da Indústria de Latas (ABRALATAS).

As vantagens ecológicas da reciclagem de alumínio são para a economia de energia. No processo são gastos cerca de700 KgWatts/hora ao ano, o que equivale a menos de 5% da energia gasta no processo de elaboração primária do alumínio, que transforma a bauxita em alumina e depois em barras ou chapas do metal. As associações do setor de energia projetam uma economia de energia que daria para abastecer de eletricidade uma cidade como Campinas, com cerca de 1,5 milhão de habitantes.

Em questões financeiras, os catadores e suas cooperativas, arrecadam R$ 3,00 por 74 latinhas ou um quilo do material contra R$ 0,30 por 20 garrafas pets de2 litros ou R$ 0,10 por um quilo de papel. Já para o meio ambiente, o simples ato de reciclar o alumínio evita que o meio ambiente perca de100 a 500 anos para concluir o ciclo de degradação do material. As empresas que fazem à reciclagem das latas de alumínio demoram cerca de trinta dias, além disso, o alumínio é 100% reciclado.

Mesmo ocupando a liderança mundial, falta incentivo no Brasil e as pessoas devem ser estimuladas. O IBOPE divulgou que 86% da população brasileira concorda que a reciclagem do lixo é um dever de todos, porém apenas 26% declarou que recicla sempre ou frequentemente. A pesquisa ainda mostra que as pessoas com idade entre 35 e 75 reciclam mais. As mais jovens, na faixa dos 20 aos 24 anos, reutilizam mais materiais. Para essa pesquisa, foram ouvidas 10.368 pessoas entre julho de 2011 e fevereiro de 2012. São novos costumes que, para serem mantidos, devem ser reforçados para que a consciência ecológica da população seja reforçada.

Compartilhe