Banco de Ouro Fino é novamente alvo de meliantes

Na madrugada de terça-feira, dois homens tentaram roubar a agência do banco HSBC localizada no distrito de Ouro Fino Paulista. Utilizando-se de explosivos, os assaltantes não tiveram resultado satisfatório. Testemunhas afirmaram que até a Rodovia SP-31 (Índio Tibiriçá) foi bloqueada antes das explosões.

O grupo explodiu a agência na tentativa de abrir os caixas eletrônicos

Com a aproximação da política os meliantes fugiram deixando para trás o carro usado na operação e os utensílios usados na tentativa de arrombamento. “Com a chegada da viatura um indivíduo que estava no interior da agência e outro que estava no veículo estacionado em frente ao banco fugiram a pé, pulando sobre muros e telhados”, relatou um dos policiais designados para averiguar a movimentação suspeita no banco.

No interior da agência os policiais encontraram uma lona preta, um maçarico e uma bolsa.

A agência ficou destruída, no entanto as duas explosões não afetaram a sede da Secretaria Regional de Ouro Fino, germinada ao banco.

O problema com a segurança nessa região de Ouro Fino vem se complicando ao longo dos anos ao ponto de despertar a iniciativa de alguns moradores visando providências. Após tomar ciência do ocorrido, a empresária Mercedes D’Orto, moradora do Jardim Aprazível, entrou novamente em contato com um deputado amigo da família (Jooji Hato – PMDB) pedindo agilidade nas negociações com o DER para liberação do terreno onde ela pretende construir, com recursos próprios, uma base policial na região. “Tenho o recurso e quero utilizá-lo para dar mais segurança aos nossos comércios e residências locais, sendo eu mesmo proprietária de um ponto comercial na região e residente no bairro”, afirmou.

Mercedes aguarda um posicionamento do DER para liberar um trecho de um terreno em frente ao local da incidência, onde pretende colocar seu projeto em prática. O DER não se manifestou sobre o assunto.

Compartilhe