Balonismo a um “voo” de Ribeirão Pires

Desde os primórdios da humanidade, voar sempre foi um dos maiores objetivos do homem. Com o avançar das eras, o sonho tornou-se realidade, no entanto, durante o percurso foram inventados variadas formas de vencer a gravidade e conquistar os céus.

Atualmente, existem aproximadamente 100 balões espalhados pelo país. Em Ribeirão Pires, o atrativo será sobrevoar os veios da represa e a mata atlântica

Um dos meios mais peculiares é utilizando-se balão de ar quente. Com adeptos espalhados por todo o mundo, o balonismo vem se tornando cada vez mais popular e recentes conversas pretendem trazer essa moda para Ribeirão Pires.

Na semana passada, o comerciante Marinho do Gás, empresário que decidiu abraçar a tarefa de desenvolver o Turismo na cidade, realizou a 1º reunião com empresários do ramo de balões de ar quente. O encontro entre o empresário ribeirãopirense e a equipe da Bravo Balonismo aconteceu no Restaurante Canoa Quebrada. Durante o almoço ficou decidido que os empresários da Bravo Balonismo farão um levantamento junto às autoridades competentes a nível estadual e federal quanto à possibilidade de voos panorâmicos no espaço aéreo no município de Ribeirão Pires. “O pessoal da Bravo ficou impressionado com nosso espaço aéreo, nossa vegetação e os braços da represa, em breve teremos a viabilidade necessária de ter mais um atrativo turístico na cidade”, comenta Marinho.

Segundo os representantes da empresa, “voar de balão é muito mais que uma aventura, é uma experiência inesquecível, que enche de orgulho e satisfação àqueles que a realizam. É a forma mais segura de voar, e nenhuma outra nos coloca tão próximos da natureza e em total harmonia”.

A cidade de Boitúva, no interior de São Paulo, é internacionalmente conhecida como a capital do balonismo. Lá, ao nascer do sol os passageiros tem a oportunidade de acompanhar de perto os preparativos para inflar os balões. Em seguida participam de voos de aproximadamente 1h.  Durante a experiência, os participantes desfrutam de momentos que vão desde baixas altitudes (quase tocando as copas das árvores) a altitudes onde é possível literalmente tocar as nuvens com uma vista extraordinária. “Após o passeio, temos um brinde com champagne e em seguida servimos um delicioso café da manhã”, revela os organizadores.

O sonho de voar em Ribeirão Pires não custa caro. Para um balão com capacidade de levar 08 passageiros, cada interessado gasta, em média, R$ 250 apenas. E a equipe da Bravo Balonismo garante: “Se tivermos interessados em voar em Ribeirão Pires e as condições climáticas permitirem, faremos os primeiros voos imediatamente”.

A expectativa é que na época em que a cidade celebrar o tradicional Festival do Chocolate, o comerciante empreendedor Marinho do Gás disponibilize os passeios de balão como segundo atrativo aos turistas que visitarem a cidade e, é claro, para a população local.

São iniciativas como essas que farão com que a Estância Turística de Ribeirão Pires cresça, cada vez mais dentro do setor do Turismo. “Os passeios de balão são só o começo. Estou em contato com empresários de outros setores e em breve apresentarei outras novidades”, finalizou Marinho.

Saiba mais sobre balonismo em www.bravobalonismo.com.br.

Compartilhe