Atuação dos vereadores é reconhecida pela população

Na contramão do fluxo de reclamação de que a classe política é alvo, os vereadores de Ribeirão Pires foram surpreendidos com um elogio inusitado:  “eles estão fazendo um bom trabalho de fiscalização”. Esse reconhecimento partiu da população.

Vereadores se animaram e prometeram ampliar cobranças

Francisco Rosa, conhecido como professor Chiquinho, militante de causas públicas na cidade, utilizou a tribuna na última sessão para elogiar a atuação parlamentar. Segundo o militante,  “houve um avanço com relação à cobranças e representação. Estamos percebendo um avanço dos vereadores”.

Para o morador, a mudança visível no comportamento dos edis precisa ser reconhecida e incentivada. “De janeiro pra cá vocês deram um giro de 180 graus. Terminaram o primeiro semestre fazendo o que a população queria. Deu pra ver que vocês estão se esforçando”.

O presidente da Câmara, Rubão Fernandes (PSD) enfatizou que o foco do Legislativo é o acompanhamento das ações governamentais e a cobrança para que se melhore os serviços públicos. “A população pede pra gente acompanhar. Quando a Prefeitura tem dificuldade para administrar a cidade, vemos que eles estão indo de encontro à população”.

Para o vereador Amigão D’Orto (PTC), que vem crescendo como liderança da bancada independente na Câmara, a falta de comunicação entre os poderes ainda é entrave para um avanço significativo do Governo. “Se o Executivo ouvisse o Legislativo a cidade estaria melhor. Somos representantes de todo o povo. Eles precisam nos ouvir”, enfatizou ao revelar que em muitos casos, secretários da Prefeitura evitam resolver problemas levantados pelos vereadores ao repassar a responsabilidade para outras Pastas.

Amigão aproveitou a sessão para mandar um recado ao chefe do Executivo: “Prefeito, ouça a Câmara, somos capacitados. Se não quer ouvir, feche a Câmara. E se ele não vai ouvir, a gente tem que tomar uma posição”.

Um dos vereadores de mais tempo de casa, Banha Savietto (PPS), reforçou que o trabalho da Câmara deve aumentar no próximo semestre: “Temos que fiscalizar até quanto a gente está gastando com água, telefone, celular. Antes um funcionário controlava isso e economizava quase meio milhão por ano”.

Chiquinho finalizou com um compromisso: “Parabéns pela cobrança, e se precisar estamos juntos para cobrar mais”.

Compartilhe