Aproveite ao máximo os alimentos, não desperdice as fontes nutritivas

Ao preparar os alimentos, muitas vezes julgamos desnecessário, ou até mesmo sem uso, certas partes deles e acabamos desperdiçando importantes fontes nutritivas para nosso organismo. Para comprovar que é possível utilizar ao máximo os alimentos, a redação do Jornal Mais Noticias preparou uma lista.

Saiba como reaproveitar os alimentos

Batata – Lave a batata muito bem, com papel toalha tire a água. Depois ela pode ser cozida e até frita, com a casca mesmo. Em altas temperaturas, a casca, rica em minerais e fibras, fica bem macia e pode também ser aproveitada no preparo de uma omelete.

Abóbora – A casca, rica em fibras e betacaroteno, um poderoso antioxidante, pode ser cortada em tirinhas finas para fazer quiches ou massas de panqueca. Já as sementes são fontes de minerais, vitamina A e arginina, um aminoácido que promove o crescimento e atua na formação muscular. A semente de abóbora pode ser seca no fogo, tostada e ingerida como petisco. Outra vantagem também atua como vermífugo.

Cenoura – A casca da cenoura também deve ser bem lavada antes de consumida.  Algumas pessoas preferem não arriscar e só compram cenouras orgânicas (ou seja, cultivada sem o uso de agrotóxicos). A cenoura sem descascar pode ser ingrediente de cozidos, de saladas e de tortas. As folhas da cenoura que geralmente vão para o lixo servem para deixar refogados, sopas, omeletes e suflês mais nutritivos. As folhas contêm muito betacaroteno e cálcio e, apesar de não serem muito saborosas, enriquecem um bom caldo.

Chuchu – A casca do chuchu é rica em fibras mas, por ser muito fibrosa, deve ser moída no liquidificador e utilizada em sopas ou cozida com o feijão.

Beterraba – fonte de vitaminas e minerais, é possível aproveitá-la ainda mais utilizando suas folhas e o talo para o preparo de deliciosos pratos, como o charutinho de folha de beterraba e o risoto de talo.

Couve-flor Sua folha é uma ótima fonte de vitaminas C e A e dos minerais, fósforo e cálcio. Refogada, fica muito saborosa em recheios de esfiha e panquecas. Com o talo é possível fazer bolinhos salgados e sopas.

Salsinha – Aproveite o talo da salsinha na hora de preparar temperos, pois ele contém vitamina C, cálcio e fósforo.

Banana – Sua casca consistente pode ser utilizada para o preparo de geléia, bolo, brigadeiro e farofa. Ela contém vitamina C e o dobro de potássio do que a polpa da fruta.

Kiwi – Apesar do aspecto pouco convidativo, a casca do kiwi pode ser consumida pura, junto com a fruta. Sua propriedade laxativa pode ajudar as pessoas com problema de intestino preso.

Mamão – A casca do mamão é uma importante fonte de betacaroteno e ajuda na digestão. Pode ser consumida pura ou em bolos, sucos e até ensopados. Já a semente do mamão favorece o funcionamento do intestino e pode incrementar saladas.

Melão – Depois de cozida, a casca do melão pode ser utilizada em farofas e saladas. Sua casca tem quase seis vezes mais cálcio e fósforo do que a polpa da fruta.

Ovo – A casca mesmo não sendo utilizada em receitas, a mesma não deve ser jogada fora. Ela é rica em cálcio e pode ser utilizado para adubar plantas, o procedimento é fácil. Utilize o forno para secar a casca, o próximo passo é batê-la no liquidificador para triturar.

 Reaproveite e invista em uma alimentação mais saudável e com qualidade de vida. Tudo pode ser feito sem gastar muito, e você ainda aproveita ao máximo todos os nutrientes.

Compartilhe