Além do Mais…

Merchandising legislativo

Todos conhecem o famoso sistema de propaganda merchandising, onde uma pessoa fala positivamente sobre um produto com o intuito de divulgá-lo. Vê-se isso em programas de televisão, filmes, empresas e apresentações em pontos de venda. Agora, o novo palco para merchandising parece ser a Câmara Municipal, pelo menos para o vereador Vicentinho que inicia sua fala com um interessante: “Antes de mais nada mando um abraço ao Teto da Conteto Contabilidade, com 100 anos de serviços à população”.

Campanha entre educadores

Um interessante trio formado pelo vice-prefeito, pela secretária de Educação e Inclusão e seu adjunto (Dedé, Rosi e Vanderlei) se reuniu com professores da rede municipal. No encontro foi servido um prato indigesto: a informação de que a tríade seria responsável pelo benefício cedido aos professores elevando o piso salarial em Ribeirão Pires ao nível nacional. A informação, forçada garganta abaixo, não caiu bem, tanto é que vários dos presentes reclamaram quanto a “validade” do produto.

DNA

A atitude da trinca inefável, ribombou na Casa de Leis. Agindo como presidente da edilidade, Gerson Constantino (PSD) questionou a atitude de assumir a paternidade do benefício sem dar crédito a quem ajudou a fazer a criança: os vereadores. “E eles saem para fazer campanha assim? Em cima da minha cabeça! Me ajuda!”, declarou o vereador revoltado com a atitude da tríade. Talvez nem um exame de DNA possa desvendar o pai do projeto, já que os próprios professores afirmam que eles é que pressionaram o governo para liberar o reajuste.

Alçar voos mais altos

Muito se disse nos últimos dias quanto às pretensões de Gerson Constantino em levar o PSD para a base petista ao ser indicado como vice da prefeiturável Maria Inês. O que poucos sabem é que o vereador tem planos para voar muito mais alto… e longe. Seu nome está cotado para ser o coordenador regional do PSD no ABC, cargo que lhe permitira maior destaque político a nível estadual, um prato cheio para uma possível e futura indicação como deputado.

Aqui não, cara de pau!

A cara de pau de certos políticos é inegável, especialmente em tempos de campanha eleitoral, quando tomam verdadeiros “banhos” com óleo de peroba da melhor qualidade. Pois bem, dia desses, um desses pré-candidatos a prefeito (se bem que é candidato mesmo, já que o pré é só para dar um “chapéu” na Justiça Eleitoral) andou pedindo permissão para colocar uma mensagem em um Facebook reconhecido na cidade e que tem mais de 300 mil seguidores. A resposta? Um sonoro não.

Compartilhe