Além do Mais…

Encontro Secreto

O PR de Ribeirão Pires, encabeçado pelo Secretário de Governo, Nonô Nardelli, realizou uma reunião secreta no final da tarde desta terça-feira. Aliás, o evento foi tão secreto que a imprensa nem foi convidada. Os jornalistas que apareceram por lá foram educadamente convidados a tomar um cafezinho e depois se retirar sem mais delongas. Depois do evento, nenhum dos participantes comentou o que se discutiu entre as quatro paredes.

Estrela na TV

Seguindo a onda de prefeituráveis nas telas da TV (que já contou com a participação de Dedé da Folha e Nono Nardelli), Maria Inês (PT) também teve seu momento super-estrela. No último dia 25, o principal destaque petista da cidade participou da gravação do programa que será veiculado nos próximos dias em breves inserções ao longo da programação da TV aberta. Os mais empolgados dizem que ela vai fazer sucesso com seu novo penteado na Globo…

Segundo Tempo

Não é só em Brasília que o programa Segundo Tempo, que colocou o ex-ministro do Esporte Orlando Silva fora da jogada, literalmente, chama a atenção. Em Ribeirão Pires, o vereador Koiti Takaki (PSD) está de olho vivo no programa e seus desdobramentos. Ele emitiu um requerimento para a Prefeitura a fim de saber se o programa existe na região e, se sim, a quantas anda. Olho vivo é fundamental, já que cuidado com a cidade não faz mal a ninguém.

Quem é vivo aparece

E não é que depois de um bom tempo meio apagado na Câmara, o vereador Zé Nelson, tal qual Fênix, ressurgiu das cinzas? Durante a sessão desta semana, o vereador emitiu um requerimento solicitando ao Executivo que realizasse um bolsão de emprego nos bairros. Após brilhar com a ideia, a luz, logo em seguida, se apagou… Zé Nelson manteve a classe e, com toda a classe que Deus lhe deu, recolheu a voz…

Quem sabe, sabe…

Um mandatário de uma importante cidade da região, mesmo sem querer, acabou dando uma dica sobre o adiamento da decisão a respeito de quem será “O Escolhido” na chapa governista. Segundo ele, um adiamento repentino quer dizer duas coisas: a sondagem no eleitorado foi ruim ou não deu o resultado esperado. Pois é… será que temos uma pista sobre o final desta história digna de Maria do Bairro?

Compartilhe