Além do Mais…

Tucano feliz

Após se lançar como pré-candidato a prefeito pelo PSDB por escrito (literalmente), Cezar de Carvalho era só sorrisos. Mostrando comportamento ecologicamente correto, como um bom tucano pronto para alçar vôo, foi visto em um dos trens da CPTM em uma animada conversa com prováveis eleitores. Confiança de quem sabe que é um dos poucos nomes que podem ser considerados como certos para 2012.

Desgarrados, pero no mucho

Entre os “candidatos a candidato” do grupo governista, há quem fale em tentar vôo solo em 2012. Ás vésperas da decisão do prefeito Clóvis Volpi sobre quem receberá seu apoio, muitos não querem nem pensar na possibilidade de ver outro nome como o “candidato oficial”. Mesmo a contra-gosto, os preteridos também não querem saber de romper com a Administração. Afinal, reviravoltas acontecem, não é mesmo?

Descrédito I

As ONGs (Organizações Não Governamentais), que tem feito um excelente trabalho pelo mundo a fora, estão caindo em descrédito em nosso país. Trabalhando quase sempre com dinheiro público, em áreas onde os governos têm dificuldades de operar, especialmente por falta de pessoal. Essa entidades, quando geridas com competência e honestidade, prestam relevantes serviços à comunidade.

Descrédito II

Entretanto, o que se tem visto nos noticiários são denúncias e mais denúncias contra estas instituições, como no caso do Ministério do Esporte, com as ONGs que receberam recursos para o programa Segundo Tempo e não prestaram os serviços contratados, o que gerou prejuízo aos cofres públicos. Nem mesmo Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra escaparam das denúncias de má gestão por parte do Instituto Acqua, contratado para gerenciar algumas áreas da saúde.

Onde foi parar?

Falando nisso, nesta última terça-feira, os exemplares do jornal Diário do Grande ABC, que estampavam como manchete de capa “Justiça congela bens e conta de Clóvis Volpi” sumiram das bancas de jornal em poucos minutos. No entanto não se via pessoas circulando pela cidade com o jornal na mão. Onde foram parar? Seja onde for, o estrago foi absoluto e o assunto ficou na boca da população o dia inteiro.

Olha a polícia!

“Prenderam o prefeito!” – Essa foi a fofoca espalhada por muita gente depois que viaturas da Polícia Militar estiveram estacionados no Paço Municipal. Tudo não passou de fofoca mesmo, já que os policiais foram à Prefeitura em uma missão pacífica: agradecer o prefeito pelo projeto de lei que cede um novo espaço para as instalações da corporação.

Compartilhe