Além do Mais – 28/07/2016

Deus ajuda…

… quem cedo madruga, diz o ditado que está sendo cumprido à risca pela pré-candidata a vereadora Michelle Mariz (PSB). Frequentemente, ela tem sido vista nas ruas, conversando e apresentando suas propostas a população. No último sábado, mesmo, logo cedo, estava no Centro de Ribeirão Pires divulgado a Agenda 40, programa que sua coligação está lançando na cidade para ouvir a população. De fato, determinação é o que não falta.

Toque de Midas

No último sábado, Kiko Teixeira (PSB), pré-candidato à prefeitura de Ribeirão Pires, esteve em Rio Grande da Serra para prestigiar a convenção que indicou seu sucessor na prefeitura local, Gabriel Maranhão (PSDB) à reeleição. Bem recebido e querido, recebeu carinho de todos, com direito a uma série de “selfies” para redes sociais. Um dos presentes, ao vê-lo chegar, não segurou a emoção: “esse foi o Midas de Rio Grande. Depois que tocou na cidade, a fez virar ouro”. Nisso, alguém perguntou: “E o Maranhão”. O primeiro respondeu: “dobrou o ouro”.

Com que roupa eu vou?

Sabem a história da rainha do baile, aquela a quem vários desejam cortejar? Pode muito bem se aplicar a situação do PMN de Ribeirão Pires hoje. Na última segunda, as lideranças do partido, incluindo a vereadora Berê do Posto, foram fotografadas ao lado de Gabriel Eid Roncon (PTB), pré-candidato a vice na chapa de Kiko Teixeira (PSB). Entretanto, pessoas ligadas ao grupo do atual prefeito Saulo Benevides (PMDB), ao grupo de Dedé da Folha (PPS) e também ao grupo de Luiz Carlos Grecco (PRB) e Charles D’Orto (PTC) dizem que o partido estará nas suas respectivas coligações. Isso posto, fica a pergunta: com que roupa o PMN vai?

Vem surpresa por aí?

O PMB de Ribeirão Pires, que está aliado com o PDT irá realizar sua convenção municipal na próxima terça-feira (02), na sede do partido, que fica na Rua Luiz Bettega, 02, Vila Aparecida. O evento deve contar com uma surpresa: o anúncio de ao menos mais um partido para o arco de alianças da legenda. A conferir.

O vice ideal I

No mundo político o candidato a vice ideal precisa ter uma de duas qualidades: recursos humanos (votos) ou recursos financeiros ($), que somados ao candidato oficial, viabilizam a campanha. Em Ribeirão Pires surgiu mais uma modalidade: recurso legislativo (ser vereador). Isso porque ao que tudo indica, tem vereadores incentivando um de seus pares para abandonar o atual arco de aliança e se aliar a outro como candidato, ocupando a vaga de vice e desistindo da disputa a uma cadeira na Câmara.

O vice ideal II

A princípio a proposta era vista como a saída para aumentar a confiança política de um dos grupos, mas aventou-se a ideia de que a verdade seria outra: caso o amigo desista da reeleição, sobraria uma cadeira a mais na corrida eleitoral da Câmara, uma facilidade muito apreciada pelos atuais vereadores que tentam se manter em suas cadeiras.

Compartilhe