Além do Mais

A Força da Mulher

Conhecida agora carinhosamente como a ‘matriarca da Câmara’, a vereadora Diva fez valer o novo apelido. Durante a sessão da Câmara desta semana, a primeira sessão ordinária do ano, Diva deu uma aula de como trabalhar aos novos companheiros de bancada. Somente ela foi responsável por quase 80% dos requerimentos emitidos a ponto de um sujeito, na plenária, exclamar: “Essa Diva deveria ser deusa, é ela quem fez tudo hoje aqui”.

Erro de principiante I

Errar é humano, só não vamos persistir no erro porque sabemos muito bem onde isso vai dar. A escolha de novos vereadores para compor a mesa diretora da Câmara tem seus prós, mas também os contras. Recentemente, um recém-eleito vereador, na euforia de sua nova atribuição, trocou algumas palavras no momento errado e anunciou para ser votado o pedido de ‘limpeza’ de outro vereador.

Erro de principiante II

O erro levou os presentes na sessão a parar, por instantes, para processar o que tinham acabado de ouvir. Felizmente o novato foi rápido no raciocínio e logo emendou a correção: “Licença, desculpe, não era limpeza, era licença” do vereador que teve que se ausentar. A explicação foi recebida, como de costume, com boas gargalhadas por parte de quem só vai à Câmara para assistir ao “circo de horrores”.

Ô abre alas…

E o “bloco dos descontentes” promete agitar o Carnaval de Ribeirão Pires. Segundo fontes, os “dedos de seta” estão prontos para flagrar eventuais deslizes dos órgãos públicos que estarão abertos durante a Folia de Momo. Os alvos principais, segundo o mesmo “pombo correio” serão a UPA Santa Luzia e o Hospital São Lucas. Ânsia por justiça ou apreço pela oposição? O que será tão importante a ponto de fazer com que estas pessoas percam o feriado?

Fila do desemprego

Existem duas salas nesta cidade onde as pessoas se dirigem em busca de um emprego. Uma delas é o PAT, que oferece diariamente várias vagas de setores diversos. Outra delas é a recepção ao lado do gabinete do prefeito. O único problema é que nesta segunda sala apenas dependentes políticos aparecem, aguardando por uma oportunidade de suplicar aos doutores do governo uma chance de manter o sustento básico em troca de seus préstimos.

Compartilhe