Água, vida e turismo em um único local

A Estância Turística de Ribeirão Pires, com seus 100 km² de território é dotada de áreas verdes, pontos turísticos e uma população interessada pelo desenvolvimento da cidade. Além do atrativo Festival do Chocolate, Ribeirão detém um tesouro muito precioso: fontes de água mineral. Como ponto forte do comércio local, a cidade, com o devido investimento, poderia explorar sua qualidade turística hidromineral, para isso, basta um pouco mais de interesse e atenção pelo tema.

Vista aérea da Olímpica, em breve esta área e sua extensão se vão se tornar uma reserva ambiental turística

Uma das mineradoras de água da cidade, a Fonte Vênus Olímpica, projeta um futuro promissor para a região, desde que haja interessados em colaborar com o desenvolvimento desta área. “Aqui produzimos saúde, vida, temos uma ampla área preservada e queremos explorar  todo nosso espaço para a criação de um parque, revelando todo o processo de extração da água mineral”, explica José Lazaro Domingues Bebiano, um dos empresários responsáveis pela mineradora de água. Seu projeto envolve educação ambiental, já que pretende lançar um trabalho voltado ao turismo ecológico. Otimista, Bebiano sugere: “Se a prefeitura lançasse alguma coisa muitos empresários aprovariam”.

A empresa Olimpica, gostou de uma ideia sugerida pelo vereador Saulo Benevides (PMDB). “Seria interessante instalar um fontanário na Praça Central, com água mineral que venha de uma das empresas da cidade”. Como a Olímpica está localizada mais próxima do Centro, seria a responsável por ceder, gratuitamente, água pura e limpa para consumo dos munícipes e turistas da cidade. Hoje a água Olímpica extraí 24 mil litros de água por hora e para a empresa seria uma honra distribuir parte disso para a população via ponto turístico.

Esse tipo de iniciativa pode transformar a cidade. Tomemos por exemplo a cidade de Águas de Lindóia, que também surgiu ao redor das fontes minerais que maravilharam tropeiros de século XIX. Com o devido investimento, a cidade foi crescendo, passando de termas em 1916, estância em 1938 e município em 1953. Águas de Lindóia soube se modernizar preservando a tranquilidade de suas ruas, o atendimento cordial em seus 2000 estabelecimentos comerciais e também as características preciosas de suas águas, que formam hoje um dos mais importantes parques minerais do planeta.

Seguindo esse modelo de sucesso, Ribeirão Pires tem tudo para que o turismo local passe de festas sazonais e integre de vez o quadro municipal, atraindo turistas diariamente.

Curiosidade – Por anos, a Olímpica Água Mineral usou o brasão do Município de Ribeirão Pires nos rótulos das garrafas comercializadas em toda a região (e também no país). Apensar disso, a empresa nunca recebeu qualquer incentivo por parte do Poder Público. “Mesmo assim, vestimos a camisa da cidade, aliamos à nossa marca e geramos empregos”, destaca a diretoria da empresa.

Compartilhe