Agora é oficial: PSD é aliado de Maria Inês

Em um encontro realizado nesta última terça-feira, o tão esperado acordo de apoio mútuo entre PSD e o Partido dos Trabalhadores de Ribeirão Pires finalmente se concretizou. O vereador e presidente da Câmara de São Paulo, José Police Neto, que também atua como coordenador regional (metropolitano) do PSD esteve presente na reunião e entregou à pré-candidata ao Paço, Maria Inês, três livros do partido como forma de colaboração inicial para o planejamento do plano governamental petista.

Gerson, Police, Maria Inês, Carlão e Zé Nelson comemoram a união

Netinho (Police) destacou o período de aproximadamente quatro meses em que ambas as siglas dialogaram. Para ele, a constância e a transparência das conversas serviram para formalizar uma aliança sólida. “O partido decidiu escrever esse novo caminho. Para o município ser forte, os partidos precisam ser fortes e com projetos ideais para o desenvolvimento planejado”, ressaltou o vereador paulistano.

Acompanhando a visita e representando o PSD municipal, os vereadores Gerson Constantino (presidente da Câmara Municipal de Ribeirão Pires) e José Nelson de Barros, se mostraram satisfeitos com o desfecho da história. “Police, estaremos muito fortes na rua”, brincou Zé Nelson fazendo referência ao período eleitoral que se iniciará em 44 dias. Para Gerson, a ida do PSD à coligação de apoiadores do PT se deu por necessidade latente do próprio Município. “Discutimos quais os desafios da cidade e qual seria a melhor forma de se trabalhar para solucionar esses desafios, o que acabou por exigir a parceria”, destacou.

Segundo Police Neto, o acerto entre partidos foi incentivado pela liderança nacional. Netinho revelou que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que também é presidente nacional do PSD, estimulou uma conversa com o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho (dirigente regional do PT) e com o deputado Carlos Grana, outra figura petista de destaque na região. “Estamos entusiasmados para mostrar resultado”, concluiu.

O presidente do PSD municipal, Koiti Takaki, não participou do encontro. No entanto, sua falta foi comentada: “A ausência do Koiti representa o respeito que temos por sua pessoa e aos nossos adversários políticos, os quais ele prefere apoiar”, disse Netinho.

A estrela da noite, Maria Inês, relembrou o trabalho já realizado em parceria com os vereadores durante o período em que ela atuou como chefe do Executivo Municipal. “Eu, o Gerson, o Zé e o Banha trabalhamos juntos em um momento difícil e o serviço público é isso, colaboração. Governar significa passar por situações e hoje ampliamos nossa aliança”.

Agora, o PSD integra um arco de oito partidos que estão alinhados com o objetivo de reconduzir Maria Inês ao comando da cidade. Os partidos aliados são: PT, PSDC, PDT, PRTB, PTC, PTR, PP e agora o PSD.

Compartilhe