ACIARP protesta contra carga tributária

Ao som de apitos e de música alta, a ACIARP (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires) realizou um protesto na Praça Central. A movimentação aconteceu na manhã desta terça-feira quando o “Impostômetro” (medidor de impostos pagos) Associação Comercial de São Paulo marcou, às 11h26, R$ 1 trilhão de impostos pagos pelos brasileiros desde 1º de janeiro deste ano. O painel, no centro de São Paulo, calcula o valor arrecadado pela União, estados e municípios.

Equipe da ACIARP e comerciantes lideraram o movimento

Gerardo Sauter, presidente da ACIARP explicou que o protesto aconteceu simultaneamente entre as 420 associações comerciais do estado. “Somos contra esse abuso na arrecadação. Estamos levantando uma bandeira contra a carga tributária em nosso país”, explanou Sauter.

Comerciantes associados participaram do protesto. Germano Borba, da farmácia de manipulação Prímula não acredita no destino correto dos tributos. “Trabalhamos muito para sustentar alguns canalhas. Se tudo fosse bem usado não precisaríamos de tanta contribuição”, afirmou. Para Silvio Jun, do mercado Oriente, não há equilibro entre o que se paga e o que se recebe. “A marca atingida hoje demonstra o quanto pagamos em valores, mas onde está o retorno? Como está a Saúde, a Educação, o Emprego, a Segurança? Não recebemos de volta o que damos ao governo”, acrescentou.

A casa dos trilhões foi alcançada 42 dias ante mais cedo do que em 2010, quando o patamar foi atingido na no final de outubro. A perspectiva é que a arrecadação no Brasil atinja R$ 1,5 trilhão até o final do ano.

Compartilhe