A água pode ser sua aliada na perda de peso

Desde criança, todos aprendem que a água não é apenas importante, mas indispensável para a vida humana e, por isso, não podemos deixar de bebê-la. Ela é tão importante para o nosso corpo que representa 60% do peso dos humanos adultos e 70% das crianças.

A água ajuda a regular a temperatura do corpo, a pressão sanguínea, desintoxica, transporta nutrientes e oxigênio para as células, umidifica o ar dos pulmões, ajuda no metabolismo e na melhor absorção celular dos nutrientes, além de facilitar a comunicação neural, a memória, a concentração e a atenção.

E, para quem quer perder aqueles “quilinhos indesejáveis”, ela pode ser uma grande aliada. “A água ajuda na perda de peso e deve ser o principal componente da sua dieta, já que uma  pessoa bem hidratada sente menos fome. Nosso organismo muitas vezes confunde sede com fome. Basta beber dois copos de água 30 minutos antes das refeições que a fome irá diminuir e fará com que a pessoa coma menos naturalmente”, explica a nutricionista Dra. Cristina de Almeida Prado, que elencou as principais funções da água no nosso corpo:

No sangue: É o maior meio de transporte de oxigênio, nutrientes, hormônios e outros componentes como a glicose (açúcar) e gorduras para o trabalho muscular.

Na urina: Elimina produtos de excreção do metabolismo. Quanto mais escura a urina, mais concentrados estão seus metabólitos (sódio, cloro e potássio).

No suor: Elimina o calor extra que o corpo produz através da pele, regulando a temperatura corporal.

Na saliva e secreções gástricas: Ajuda a digerir os alimentos.

No corpo: Lubrifica as articulações e protege órgãos e tecidos.

Proteção: Fornecem materiais as células e protege os tecidos corporais;

Pressão: Controla a pressão do corpo, ou seja, a manutenção do balanço apropriado entre a água e os eletrólitos;

Participa das funções dos nossos sentidos como, por exemplo, visão e audição. Os olhos também são envolvidos por líquidos, que refletem a luz;

Mas não se esqueça que, mesmo com todos esses benefícios, não deve haver exagero: Em casos extremos, o excesso de água pode provocar um sério desequilíbrio de vitaminas e minerais. A pessoa deve tomar a quantidade adequada de acordo com sua necessidade diária”, finaliza a Dra. Cristina.

Compartilhe