Além do Mais – 23/01/2014

O Carnê da discórdia I

Uma das grandes questões que estão sendo discutidas na cidade é a cobrança de IPTU do Ribeirão Pires F.C que, já há alguns anos recebe carnês do Imposto, mesmo fazendo jus a gratuidade, de acordo com a legislação municipal e também dar contrapartidas ao município, como a cessão gratuita de suas instalações para diversos eventos, inclusive da Prefeitura, que alegou que isto está sendo feito porque a instituição deixou de atender “principalmente as exigências do artigo 14 do Código Tributário Nacional”.

O Carnê da discórdia II

Lendo o texto da lei, demanda-se que seria a alínea III, que condiciona a gratuidade à manutenção da “escrituração de suas receitas e despesas em livros revestidos de formalidades capazes de assegurar sua exatidão”. Isso, aliado a uma não manifestação prévia do clube (segundo a Prefeitura), seria responsável pela situação. A parte boa é que, segundo a Administração, isso pode ser resolvido a qualquer tempo, ou seja, há margem para conversas entre as partes…

Conversando a gente se entende

Falando em conversas entre as partes, ao que parece o TCE está satisfeito com as mudanças feitas na Câmara nos últimos anos, com a extinção de cargos comissionados, que chegaram a ser mais que o dobro dos concursados, resolução de problemas com uma dispensa de licitação e a devolução da polêmica verba de gabinete, que está sendo feita em parcelas negociadas com o Tesouro Municipal. Que seja sempre assim, afinal contas rejeitadas andaram fazendo estragos irreparáveis em carreiras políticas por aí…

 

Da Internet para a posteridade

Um vereador da cidade resolveu criar uma conta em um serviço muito popular de compartilhamento de fotos, logo ganhando diversos seguidores – no caso, munícipes. Em férias de fim de ano, aproveitou para compartilhar uma foto junto a família da sua viagem ao litoral. O resultado não foi bem o esperado. Mostrando que a maré não estava para peixe (nem para bom humor) não faltaram críticas à imagem postada. A solução encontrada pelo edil foi deletá-la e guardá-la para a posteridade no álbum de família. Que pessoal mal-humorado, não?

Virou viral

Falando em Internet, uma foto tirada por um munícipe no Jardim Panorama deu o que falar esta semana. Nela, aparece a rua com uma nova pintura entretanto, os funcionários da empresa responsável pelo serviço ignoraram um buraco existente na via e pintaram o rombo com as duas faixas amarelas que representam a proibição de ultrapassagem na via. Um munícipe compartilhou a imagem em uma comunidade do Facebook que conta com mais de 52 mil inscritos. Resultado: a imagem se alastrou pelo país. Entretanto, ela já virou arquivo. No final da tarde de ontem, a equipe do Trânsito esteve no local e tampou o buraco, tornando o viral parte do anedotário da cidade. Se o velho Botacin estivesse vivo…

Compartilhe